• Clique aqui e fique por dentro da programação da Rádio Alternativa FM!
  • Clique aqui e saiba mais sobre a Rádio Alternativa FM!
  • Clique aqui e nos envie uma solicitação de publicidade!

Ator Nick Cordero, da Broadway, morre aos 41 anos após batalha contra a Covid-19

Lisa Respers France, da CNN
  de julho de 2020 
 
Ator Nick Cordero morreu por complicações da Covid-19

Ator Nick Cordero morreu por complicações da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus

Foto: Reprodução/ Instagram

Nick Cordero, um ator da Broadway que teve admiradores em todo o mundo, morreu após batalha contra a Covid-19, de acordo com sua esposa, Amanda Kloots.

Ele tinha 41 anos.

"Deus tem outro anjo no céu agora", postou Kloots em sua conta oficial do Instagram na noite de domingo. "Meu querido marido faleceu esta manhã. Ele estava cercado de amor por sua família, cantando e orando enquanto gentilmente deixava este mundo."

Kloots atualizava regularmente suas contas nas redes sociais com notícias sobre o marido que lutava contra o vírus e enfrentou diversas complicações, incluindo uma perna amputada. Ela disse que Cordero lutou contra a doença por 95 dias.

Nascido no Canadá, Cordero cresceu em Hamilton, Ontário, e finalmente chegou à Big Apple.

Em 2014, ele foi indicado ao Tony Award e ao Drama Desk Award por seu papel em "Bullets Over Broadway", um papel que lhe rendeu um prêmio World Theatre e Outer Critics Circle Award.

Cordero originou o papel do marido, Earl, na produção da Broadway de "Waitress", bem como o papel de Sonny na versão musical de "A Bronx Tale", de Chazz Palminteri.

Ele também obteve sucesso na TV, participando de episódios de "Blue Bloods", "Law & Order: SVU" e "Lilyhammer".

Cordero e Kloots se mudaram para Los Angeles, onde estrelou o musical "Rock of Ages", em 2019.

Ele conheceu Kloots, ex-dançarina da Broadway, quando ambos estavam se apresentando em "Bullets over Broadway" e se casaram em 2017.

Segundo Kloots, Cordero foi inicialmente hospitalizado em março no Cedars-Sinai Medical Center, em Los Angeles.

Ela compartilhou nas redes sociais que Cordero passou algum tempo com um ventilador mecânico, sofreu várias complicações da Covid-19 e, em abril, teve que amputar sua perna.

Ele passou semanas inconsciente, mesmo quando os médicos o tiraram da sedação, e a campanha de hashtag #WakeUpNick surgiu nas mídias sociais para apoiar Cordero enquanto ele se recuperava.

Em maio, Kloots postou que seu marido estava acordado e, embora muito fraco, estava progredindo.

No início do mês, ela havia dito que o marido tinha um hemograma baixo, mas não estava sangrando internamente.

No entanto, em outra frente, as notícias não foram boas.

"Descobrimos que, por conta da Covid-19, os pulmões de Nick estão gravemente danificados", disse ela. "Parece que ele é fumante há 50 anos, disseram. Eles estão danificados".

Kloots disse recentemente a Gayle King, co-apresentadora da CBS This Morning, que Cordero estava tão gravemente doente que talvez precisasse de um transplante de pulmão duplo.

"Essa é provavelmente a possibilidade", disse ela. "Uma chance de 99% de que ele precisaria disso para viver o tipo de vida que eu sei que meu marido gostaria de viver."

Além de Kloots, Cordero deixa o filho de 1 ano, Elvis.